Ex-secretário do DF entra com pedido de liberdade

O jornalista Wellington Moraes, ex-secretário de Comunicação do governo do Distrito Federal, entrou hoje no Supremo Tribunal Federal (STF) com pedido de habeas-corpus para que responda em liberdade ao processo criminal por tentativa de suborno a uma testemunha e falsidade ideológica. Na petição, o advogado do ex-secretário alega que a prisão é ilegal e desnecessária.

Agência Estado |

O advogado lembra também que Wellington Moraes, embora seja acusado de tentar subornar um testemunha, não é citado no inquérito do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que apura a operação Caixa de Pandora.

O ministro Marco Aurélio, relator do pedido de habeas-corpus, solicitou com urgência informações sobre o envolvimento de Wellington no inquérito.

    Leia tudo sobre: escândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG