Diretor da PF diz que Arruda foi preso com dignidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi comunicado pelo diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Correa, sobre as circunstâncias em que ocorreu a prisão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda. Segundo auxiliares do presidente, Lula quis saber como foi o processo de prisão e pediu para que tudo fosse feito com muito cuidado.

Agência Estado |

Correa informou, então, ao presidente que Arruda foi preso com a dignidade que todo preso merece.

De acordo com auxiliares, a avaliação do presidente Lula é de que esse tipo de "tragédia" não ajuda no processo democrático e que "ninguém é sádico, ninguém está feliz" com a prisão de Arruda. No entanto, acrescentam as fontes, se o governador cometeu erros e a Justiça quer que ele pague, é assim que tem que ser.

As mesmas fontes acrescentaram que ninguém no Palácio do Planalto está trabalhando com a possibilidade de intervenção federal no Distrito Federal até porque, na ausência do governador, quem assume é o vice-governador.

No entanto, o presidente Lula estaria disposto a fazer o que puder para apoiar a reestruturação do governo do Distrito Federal (GDF), para que continue a funcionar enquanto governo. Lula também teria lamentado que tudo isso estivesse acontecendo nos 50 anos de Brasília, pois, para a cidade, isso é muito ruim.

Leia também:

Saiba mais sobre: escândalo no DF

    Leia tudo sobre: escândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG