Defesa de Arruda já pensa em desistir de habeas-corpus

A defesa do governador afastado José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM) pode desistir do habeas-corpus que, em caráter liminar, foi rechaçado pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). Os advogados de Arruda estudam estratégia para tentar livrá-lo da custódia decretada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) há uma semana, sob acusação de corrupção de testemunha do inquérito Caixa de Pandora.

Agência Estado |

A defesa avalia que "neste instante" julgamento de mérito do habeas-corpus pode ser desastroso para suas pretensões. Não acredita que o pleno do STF, em sua maioria, possa derrubar o entendimento de Marco Aurélio, relator, diante do clamor público que envolve a demanda.

O criminalista Nélio Machado, que integra a defesa, protestou contra "hostilidades e o tratamento desigual". Segundo ele, "neste episódio, o Poder Judiciário está sendo muito reverente com o Ministério Público (MP) e a Polícia Federal (PF) e tolerante com práticas abusivas que violam e agridem o princípio da isonomia entre as partes". As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia também:

Saiba mais sobre Arruda

    Leia tudo sobre: escândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG