Cabe a você decidir, disse Lula a Paulo Octávio

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na manhã desta quinta-feira ao governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio, que o governo vai esperar a decisão da Justiça sobre o pedido de intervenção federal antes de tomar qualquer atitude.

Ricardo Galhardo, enviado a Brasília |

Segundo relato do ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, Paulo Octávio teria dito ao presidente que uma
das hipóteses era a renúncia, ao que Lula teria respondido: "Isso é uma decisão sua, de foro íntimo, que cabe a você decidir".

A conversa, da qual também participaram Padilha e o ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, durou cerca de 20 minutos. Além de dizer que não tomará atitudes até uma decisão da Justiça, Lula comunicou a Paulo Octávio que orientou a Corregedoria Geral da União a fazer uma auditoria em todos os repasses federais para o governo do Distrito Federal. "Em nenhum momento o presidente manifestou qualquer tipo de apoio", disse Padilha.

    Leia tudo sobre: escândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG