Bento confirma negociação, mas diz que não tratou com Arruda

Servidor aposentado foi preso ontem, acusado de tentativa de suborno do jornalista Edson Sombra

Matheus Leitão, iG Brasília |

O iG teve acesso ao depoimento à Policia Federal do servidor aposentado Antonio Bento da Silva, preso ontem, acusado de tentar subornar o jornalista Edson Sombra. Nas três páginas de depoimento, Bento confirma que o dinheiro foi entregue "em troca de confirmação e assinatura de uma declaração". A declaração a que Bento faz referência foi apreendida pela Polícia Federal na operação de ontem. E, segundo Bento confirmou aos policiais, tinha por objetivo desacreditar os vídeos nos quais o governador José Roberto Arruda e seus aliados aparecem recebendo dinheiro vivo.



Bento não explicou aos policiais como um texto assinado por Sombra poderia desmentir o conjunto de videos gravados por Durval Barbosa, ex-secretario de Relações Institucionais do GDF, que mostram Arruda e aliados seus manuseando dinheiro.

Bento confirma quase toda a história contada por Sombra em entrevista ao iG , mas afirma que em nenhum momento foi contatado pelo governador Arruda. Prossegue: entretanto, ao falar com Edson Sombra, falava em nome de Arruda.

Bento afirma que sempre tratou da questão com Rodrigo Arantes, sobrinho e secretário particular do governador. Segundo o depoimento, foi Rodrigo quem disponibilizou os R$ 200 mil repassados ao jornalista, depois apreendido pela Polícia Federal. Procurado pelo iG , Rodrigo Arantes não quis dar declarações.

    Leia tudo sobre: arrudaescândalo no df

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG