Arruda deve deixar a prisão para fazer exames

O governador afastado do Distrito Federal , José Roberto Arruda, deve deixar a Polícia Federal ainda esta tarde para realizar um exame de ressonância magnética no pé direito, que apresenta inchaço. No fim do ano passado, Arruda fez uma cirurgia no tornozelo e estava fazendo fisioterapia quando foi preso.

Agência Brasil |

    A informação foi dada pelo médico particular do governador, Brasil Caiado, que esteve hoje (11) na Superintendência da Polícia Federal, onde o governador está preso, para realizar um eletrocardiograma. O exame foi adiado para amanhã porque a ressonância desmagnetiza o aparelho que faz o eletrocardiograma, segundo informou o médico.

    Leia mais sobre Escândalo no DF

      Leia tudo sobre: escândalo no df

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG