Equipes de transição em Goiás não se entendem

Encontro de hoje se limitou à entrega de pedidos de informações ao governo por parte de tucanos

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Mesmo com a formação das equipes de transição de Marconi Perillo (PSDB) e Alcides Rodrigues (PP) e a reunião dos membros nesta tarde, os trabalhos não caminharam.

Em coletiva após o encontro, os membros da equipe disseram apenas que os representantes do governador eleito tucano entregaram os pedidos de dados aos membros do governo atual.

A reclamação da equipe de Marconi até o início da semana era de que o governador não estaria dando respaldo à transição. No encontro de hoje, as críticas foram deixadas de lado.

Apenas da terça à noite o governador Alcides bateu o martelo nos nomes e conversou com eles na tarde de ontem.

Mesmo com as críticas dos tucanos sobre a falta de dados do governo, o secretário da Fazenda Célio Campos, coordenador da equipe do governo, afirmou que não sabia que números a equipe de Marconi solicitaria.

Na reunião de hoje, as conversas não avançaram, já que os tucanos entregaram a lista de demandas ao governo e marcaram de reunir na tarde de amanhã.

Entre as demandas que estão no ofício que será repassado ao governador estão os dados sobre o contrato de empréstimo de R$ 3,7 bilhões à Celg e detalhes sobre a folha de pagamento.

Célio Campos afirmou que o governo não tem intenção nenhuma de dificultar a transição.
José Eliton, vice-governador eleito e coordenador da equipe de Marconi, deixou de lado as críticas pela primeira vez e disse que confia numa “transição harmônica, equilibrada e transparente”.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG