Equipes de transição discutem questão da Celg

Grupo de Marconi questiona empréstimo de R$ 3,7 bilhões contraído por Alcides para o saneamento da companhia

Rodrigo Viana. iG Goiânia |

Os membros da equipe de transição indicados pelo governo estadual e pelo governador eleito Marconi Perillo (PSDB) terão reunião conjunta com o governador Alcides Rodrigues, hoje às 16h, no Palácio Pedro Ludovico.

O coordenador do grupo indicado por Alcides Rodrigues (PP), o secretário da Fazenda Célio Campos, já adiantou que o contrato do empréstimo de R$ 3,7 bilhões à Celg é público e está no Tribunal de Contas do Estado.

Célio afirma que não é essa a informação que os tucanos procuram, e sim do contrato-ponte, que destina mais R$ 700 milhões para que a Celg pague as dívidas de ICMS com as prefeituras. E acrescenta que este contrato ainda não foi assinado.

Segundo ele, o governo pretende fechar o contrato, mas não está concluído. “Vamos ser bastante transparentes, céleres na passagem de informações e estamos com o espírito totalmente desarmado”, assinala. 

O coordenador de Alcides acrescenta que, sem o contrato de R$ 700 milhões, o Estado pode fechar o ano sem cumprir as metas fiscais.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG