Em GO, 15% dos candidatos proporcionais não obtêm registro

Caso sejam eleitos, 118 candidatos podem não tomar posse

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Dos 792 candidatos a deputado estadual e federal em Goiás, 14,98% estão em inaptos ou aguardam julgamento de ações.

São 118 postulantes às cadeiras na Assembleia Legislativa ou Câmara Federal que podem não ser empossados, caso eleitos.

As informações são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Dos 642 candidatos a deputado estadual, 535 estão completamente aptos à disputa e 19 tiveram as candidaturas indeferidas, mas entraram com recurso.

Mais 12 candidatos tiveram candidaturas impugnadas e 19 aguardam julgamento.

Somam-se a eles 57 totalmente inaptos: 26 renunciaram, 28 foram indeferidos, dois foram cancelados e um faleceu.

Candidato pelo PV de Goiás, o baiano Basílio Moreira Lopes, de 64 anos de idade, sofreu um acidente de trânsito. Foi atropelado enquanto atravessava a faixa de pedestre, segundo o partido.

Para o cargo de deputado estadual, 113 foram deferidos e sete entraram com recurso após indeferimento.

Nove aguardam julgamento e apenas um foi impugnado. 

Dos 20 inaptos, 11 renunciaram, sete foram indeferidos e dois foram cancelados.

Dos nove candidatos a senador, Demóstenes Torres (DEM), Ivair dos Reis Gonçalves (PP), Elias Vaz (PSOL), Rubens Donizzeti (PSTU) e Pedro Wilson (PT) foram deferidos.

Bernardo Bispo (PCB) teve sua candidatura deferida pelo Tribunal.

Por enquanto, a senadora candidata à reeleição Lúcia Vânia (PSDB) aguarda julgamento.

Já Paulo Roberto Cunha (PP) e Adib Elias (PMDB) tiveram seus registros aceitos.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG