Vitória de Obama deve fortalecer relação com Brasil, diz Lula

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta quarta-feira esperar que a vitória de Barack Obama para a presidência dos Estados Unidos fortaleça as relações do país norte-americano com a América Latina, com a América do Sul, com o Brasil e a África.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Lula também considerou o resultado um "feito extraordinário na história dos Estados Unidos".

"Obama é uma pessoa que tem demonstrado competência política. Espero que ele tenha uma relação mais forte com a América Latina, com a América do Sul, com o Brasil e com a África", avaliou. "Espero também que tenha a possibilidade de fazer finalmente um acordo de paz no Oriente Médio", acrescentou Lula.

Quanto à relação com o Brasil, Lula disse que deve continuar construindo a parceria produtiva que o Brasil tem com o os Estados Unidos e espera que haja avanços com o novo governo americano. 

O presidente reforçou ainda o desejo de que os Estados Unidos passem a atuar mais na construção de um continente de desenvolvimento, de investimento nos países mais pobres e do fim do subsídio. Lula também acredita que a vitória do democrata poderá favorecer o desbloqueio das relações comerciais dos EUA com Cuba. "Não existe nenhuma explicação na história da humanidade para que este bloqueio continue acontecendo", destacou. "De qualquer forma, há diferença muito grande entre ganhar as eleições e governar um país como os Estados Unidos. Vamos esperar ele tomar posse para ver o que vai acontecer", ponderou.

Ainda assim, Lula destacou que o resultado das eleições de ontem já representa, sobretudo, o reconhecimento do significado da democracia. "Quem duvidava que um negro poderia ser eleito presidente agora sabe que pode porque isso acontece em um regime democrático e permite que a sociedade se manifeste", disse.

Bosque dos constituintes

As declarações foram feitas durante cerimônia de revitalização do Bosque dos Constituintes, localizado próximo a Praça dos Três Poderes. Um dos constituintes, Lula plantou uma muda de aroeira na área onde, às vésperas da promulgação da Constituição de 1988, parlamentares integrantes da Assembléia Nacional Constituinte plantaram 600 mudas de árvores. Atualmente, restam 400 no local, que ocupa área de mais de 70 mil metros quadrados.

Além de novas mudas, o espaço deve ganhar ciclovia, praças, pátios de esculturas e será aberto para passeios ecológicos. A iniciativa é da Câmara dos Deputados e do Governo do Distrito Federal, que vão transformar o bosque no Parque Multiuso Bosque dos Constituintes.

Ainda pela manhã, Lula participa de sessão solene na Câmara dos Deputados em comemoração aos 20 anos da Constituição Cidadã.

Pelo mundo

Assim como Lula, líderes mundiais enviaram seus cumprimentos a Obama pela vitória. Nelson Mandela, primeiro presidente negro da África do Sul, afirmou nesta quarta-feira que a eleição de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos demonstra que se pode "sonhar com um sonho melhor". E m carta dirigida a Obama, Mandela deseja "força e coragem" nos próximos anos.

O primeiro-ministro britânico Gordon Brown felicitou nesta quarta-feira o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, e elogiou seus "valores progressistas e visão de futuro". Já Angela Merkel, premiê da Alemanha, cumprimentou nesta quarta-feira Barack Obama por sua "histórica" vitória nas eleições presidenciais americanas. "Pode estar seguro de que meu governo é consciente da importância e do valor da nossa associação transatlântica", disse Merkel.

As relações entre Israel e Estados Unidos têm "um bom futuro à frente", disse o porta-voz da chancelaria israelense, Yigal Palmor. "Os israelenses felicitam os dois grandes amigos de Israel, (o republicano) John McCain por sua bela campanha, e Barack Obama por sua histórica vitória", afirmou Palmor.

Já o dirigente palestino, Mamud Abbas, pediu a Obama que acelere os esforços visando uma solução para o conflito entre palestinos e israelenses.

O presidente afegão, Hamid Karzai, parabenizou Obama por sua vitória e pediu mudanças na "guerra contra o terror" que o Exército americano empreende no Afeganistão. "Espero que sua eleição traga paz e vida ao Afeganistão."

O presidente chinês, Hu Jintao, cumprimentou Obama por sua vitória, afirmando que pretende levar as relações entre China e Estados Unidos a um novo nível. Hu destacou que "neste novo período histórico, espero, graças a nossos esforços conjuntos (...), reforçar os intercâmbios bilaterais, a confiança e a cooperação mútuas".

Já o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, mostrou hoje sua esperança de que a nova administração nos Estados Unidos reforce as relações com Moscou. "Esperamos que nossos parceiros optem por manter relações plenas com a Rússia", disse ele.

(*com informações da AFP, da Efe e da BBC)

Leia também:

A campanha democrata

  • Barack Obama, o presidente com a proposta de "mudança"
  • Joe Biden, um veterano em temas de segurança nacional
  • Principais metas dos democratas nos EUA
  • A campanha de Obama em imagens
  • Relembre a campanha democrata; veja galeria de fotos

    Entenda

    Opinião

  • José Paulo Kupfer: Obama, um sumário executivo da nova economia
  • Nahum Sirotsky: Completa-se a revolução democrática
  • Caio Blinder: Parabéns, presidente Obama
  • Gerald Thomas: Obama é o novo presidente dos EUA
  • Jornal de debates: o que mudou com vitória de Obama?
  • Vitória de Obama sinaliza mudança em relações raciais
    • Leia tudo sobre: eleições nos eua

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG