Romney diz que Washington deve ser uma capital conservadora

O ex-governador de Massachusetts Mitt Romney disse hoje que Washington está dominada por políticas progressistas e insistiu em que é necessário uma mudança que se traduza em uma capital verdadeiramente conservadora.

EFE |

"Precisamos de uma mudança: uma mudança que transforme Washington de progressista a conservador", disse Romney durante seu discurso na Convenção Republicana em St. Paul, no estado do Minnesota.

O ex-governador afirmou que uma Justiça que garante direitos constitucionais aos "terroristas de Guantánamo" e um Governo que põe os interesses dos sindicatos de professores acima dos das crianças demonstram que a capital americana está dominada por uma mentalidade de esquerda e não conservadora.

Romney defendeu em seu discurso que os EUA devem se caracterizar pela pouca intervenção do Governo e o estímulo à iniciativa privada, o que em sua opinião só será possível se o candidato presidencial republicano, John McCain, chegar à Casa Branca.

"A direção correta foi a escolhida pelo ex-presidente Ronald Reagan há 30 anos e que hoje é a escolha de John McCain, de reduzir a despesa do Governo e diminuir os impostos", acrescentou.

Romney afirmou ainda que se os democratas chegarem ao poder, aumentarão o peso do Governo e subirão os impostos.

Além disso, insistiu em que McCain é o candidato presidencial mais bem preparado para lutar contra o radicalismo islâmico, que qualificou de "diabólico".

"O presidente McCain e a vice-presidente Sarah Palin conseguirão fazer com que os Estados Unidos sejam o que sempre foram: a esperança do mundo", concluiu.

O ex-governador concorreu pela candidatura presidencial republicana durante as eleições primárias, mas foi derrotado por McCain. EFE tb/mh

    Leia tudo sobre: eleiçõeseua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG