Responsáveis por 11 de setembro continuam livres, diz Obama

Os terroristas responsáveis dos ataques de 11 de setembro continuam livres e devem ser julgados, declarou o candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, num comunicado publicado nesta quinta-feira no sétimo aniversário dos atentados.

Redação com EFE |


Clique para ver a galeria de fotos das homenagens pelo mundo

Obama deve ir, na tarde desta quinta-feira, com seu adversário republicano John McCain ao local do Marco Zero, ao sul de Manhattan.

Obama e McCain deverão atravessar em silêncio o Marco Zero, cuja reconstrução sofreu vários atrasos. A primeira viga metálica do Memorial do 11 de setembro foi colocada há apenas uma semana, e sua inauguração está prevista para 2011.

"No 11 de Setembro (2001), os americanos se uniram em todo o país para ajudar as famílias da vítimas, dar seu sangue e rezar pelo país", disse o senador de Illinois.

"Vamos lembrar que os terroristas responsáveis pelo 11 de setembro ainda estão livres e devem ser julgados. Vamos vencer as redes terroristas, defender a pátria americana, apoiar os valores americanos e procurar um novo impulso de liberdade aqui e no mundo", declarou Barack Obama neste comunicado.

Antes de se encontrar com McCain no Marco Zero, o candidato democrata almoçou com o ex-presidente Bill Clinton.

"Não haverá discursos", esclareceu a porta-voz do democrata Obama, Linda Douglass. "Será um momento no qual a política será deixada de lado", explicou.

Leia também:

Leia mais sobre 11 de setembro

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG