Republicano John McCain ganhou US$ 405 mil em 2007

Washington, 18 abr (EFE).- O senador John McCain, candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, ganhou por volta de US$ 405 mil no ano passado, de acordo com sua declaração de renda, divulgada hoje.

EFE |

A declaração não inclui a renda de sua esposa, Cindy McCain, que é a presidente da Hensley & Company, uma empresa familiar de distribuição de cerveja.

Calcula-se que ela possui uma riqueza próxima aos US$ 100 milhões, que estão em seu nome porque o casal assinou um acordo pré-nupcial para manter os bens separados.

McCain doou US$ 105 mil em 2007 para instituições de caridade, segundo sua declaração.

Também cedeu a organizações sem fins lucrativos US$ 176 mil embolsados pelas vendas dos cinco livros que escreveu.

Além disso, desde 1991, transferiu para organizações sem fins lucrativos os aumentos de salário que recebeu como senador pelo Arizona, informaram seus assessores de campanha.

Esse salário foi de quase US$ 162 mil em 2007, segundo os documentos, além de receber da previdência social US$ 23 mil e outra pensão da Marinha de US$ 58 mil, entre outras fontes de renda.

McCain pagou US$ 84.460 em impostos, o que supõe 32,6% de sua renda sujeita a tributação, que somaram US$ 258.800.

Sua campanha anunciou que Cindy McCain "tornou pública a informação financeira significativa e extensa por causa dos formulários de transparência do Senado e da candidatura presidencial".

"Para proteger a privacidade de seus filhos, a senhora McCain não divulgará sua declaração de renda pessoal", acrescentou.

Os documentos revelam, mesmo assim, que ela ganhou US$ 432.991, no ano passado, como salário por seu trabalho para Hensley & Company. Não informam, no entanto, sobre a receita de seus investimentos.

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG