Polícia detém quatro pessoas por suposto plano para matar Obama

DENVER - Quatro pessoas foram detidas em Denver na segunda-feira e a polícia investiga um possível plano para tentar assassinar o candidato democrata Barack Obama, informaram os meios de comunicação locais que citaram fontes policiais.

EFE |


Clique para ver as galerias de fotos da Convenção Democrata em Denver

    A televisão local "CBS4", de Denver, disse que a polícia deteve nas últimas horas quatro pessoas, entre elas uma mulher, que estavam em posse de dois rifles de alto calibre com lunetas telescópicas, roupa de camuflagem e drogas. As detenções foram feitas depois que a polícia parou uma caminhonete em uma localidade rural do Colorado.

    A emissora de televisão acrescentou que a suposta tentativa de assassinato de Obama estava prevista para acontecer na quinta-feira, quando o senador democrata deve aceitar em Denver a candidatura de seu partido à presidência dos Estados Unidos.


    A polícia divulgou a imagem dos suspeitos Tharin Gartrell e Nathan Johnson / AP

    Segundo a CBS4, um dos suspeitos declarou à polícia que "iam matar Obama desde um ponto elevado utilizando uma espingarda", a uma distância de 685 metros.

    A primeira prisão aconteceu na manhã do domingo, na cidade de Aurora, no Estado do Colorado. A informação divulgada pela emissora assinala que Tharin Gartrell, de 28 anos, foi preso por dirigir de forma errática.

    No interior de sua caminhonete, a polícia encontrou as armas, drogas, rádios, um colete anti-balas, documentos e carteiras de habilitação.

    A CBS4 disse que o procurador-geral de Denver tem prevista uma entrevista coletiva na tarde da quinta-feira sobre o caso.

    Leia mais sobre: Eleições nos EUA

      Leia tudo sobre: eleições nos eua

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG