Palin aceita indicação para ser vice de McCain

A governadora do Alasca, Sarah Palin, foi indicada e aceitou formalmente nesta quarta-feira concorrer a vice-presidência dos Estados Unidos na chapa do republicano John McCain.

Redação com AFP |

Palin foi recebida com muitos aplausos pelos delegados reunidos em St. Paul (Minnesota) para a Convenção Republicana, que indicará McCain como candidato a presidente dos EUA.

"Aceito o desafio de uma dura batalha eleitoral. Ficarei honrada em aceitar a indicação à vice-presidência" dos Estados Unidos, disse Palin após quase dois minutos de aplausos de uma platéia em pé no Xcel Energy Center, um estádio de hockey modificado para a Convenção.

Em seguida, Palin elogiou a trajetória militar de McCain e disse: "Como mãe de um destes soldados (no Iraque), este é exatamente o tipo de homem que quero para comandante-em-chefe".

Um dos filhos de Palin é militar e será enviado em breve ao Iraque.

Surpresa de McCain

O candidato à Casa Branca John McCain fez uma aparição de surpresa na noite desta quarta-feira para saudar sua companheira de chapa, Sarah Palin, após seu discurso na Convenção do Partido Republicano, em St Paul (Minnesota).

"Não acreditam que fiz a escolha correta para a próxima vice-presidente?" - perguntou McCain do palco, em uma inesperada aparição, que levou os delegados republicanos ao delírio.

"Que família linda!" - exclamou McCain ao lado de Palin, do marido da candidata, de seus cinco filhos e do namorado da filha de 17 anos, grávida de cinco meses.

Leia também:



Leia mais sobre: Eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG