ONG processa republicanos por gastar US$ 150 mil em roupa para Palin

Uma organização de vigilância da sociedade civil entrou com uma ação na Comissão Eleitoral americana contra o Partido Republicano por ter gasto US$ 150 mil dólares, de forma irregular, em roupas e maquiagem para sua candidata à vice-presidência, Sarah Palin.

AFP |

Segundo a Organização de Cidadãos para a Responsabilidade e a Ética em Washington (Crew, sigla em inglês), o Partido Republicano violou a lei eleitoral que estipula que os candidatos não devem utilizar o orçamento da campanha para fins pessoais.

A Crew entrou com a ação depois que o site Politico.com revelou o gasto dos republicanos com Palin, a vice de John McCain, que teria gasto US$ 49.425 na Saks, da Quinta Avenida, em Nova York, e US$ 75.062 na Neiman Marcus.

"É ridículo ver o Partido Republicano gastar US$ 150 mil para vestir a candidata à vice-presidência e sua família, diante das dificuldades econômicas de tantos americanos e do estado da economia", escreveu a diretora da Crew, Melanie Sloan, na página da organização na Internet.

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG