Obama tem 6 pontos de vantagem sobre McCain

WASHINGTON ¿ O democrata Barack Obama está com quase seis pontos a frente do rival republicano John McCain com apoio constante aos dois candidatos antes da eleição presidencial dos EUA na próxima terça-feira, de acordo com a pesquisa da Reuters/C-SPAN/Zogby divulgada neste domingo.

Reuters |

Obama tem vantagem de 50% sobre McCain, com 44%, entre possíveis eleitores na pesquisa nacional de três dias e acima de cinco pontos de vantagem no sábado. A pesquisa feita por telefone tem uma margem de erro de 2,9% de pontos.

Há dois dias inteiros até o dia da eleição e, obviamente, tudo pode acontecer, mas é difícil ver onde  McCain pode melhorar, disse o entrevistador das pesquisas John Zoby.

Ele disse que os dados da pesquisa feita no fim de semana mostrou que ambos os candidatos estão consolidando o apoio de seus partidários ¿ mulheres e independentes de Obama, eleitores mais velhos e conservadores de McCain.

Todas as pesquisas de opinião nacional mostram a liderança de Obama, que também parece estar a frente de McCain em números dos Estados em disputa os quais acabarão decidindo a eleição.

McCain passou o sábado fazendo campanha na Virgínia e da Pensilvânia ¿ Estados cujos estrategistas eleitorais consideram cruciais para suas esperanças de vitória ¿ enquanto Obama tem vantagem em três Estados que votaram no presidente George W. Bush em 2004: Nevada, Colorado e Missouri.

A pesquisa mostrou que Obama foi bem entre os eleitores que já registraram seu voto na eleição, com vantagem de 56% sobre McCain, com 39%, entre esse grupo.

Mulheres e eleitores independentes, grupos que devem ter papel importante nesta eleição, continuam ajudando Obama, embora seus pontos não estejam tão a frente como no mês passado.
Obama aproveita uma liderança de 8 pontos entre eleitoras e de 10 pontos entre eleitores independentes.

McCain continua tendo forte liderança entre eleitores brancos, 54% contra 40% do democrata, e entre eleitores que se identificam como membros da classe investidora, que o apóia com uma margem de 9 pontos.

Obama, que pode ser o primeiro presidente negro dos EUA, tem um apoio de 93% entre eleitores negros e 65% entre latinos.
O eleitor independente Ralph Nader recebeu 2% na pesquisa nacional e o liberal Bob Barr teve 1%. Cerca de 2% dos eleitores permanecem indecisos.

Todo o percurso da pesquisa, que durou de quarta-feira a sexta-feira, teve participação de 1.201 possíveis eleitores na eleição presidencial. Neste tipo de pesquisa, os resultados mais recentes são acrescentados, enquanto os resultados dos dias anteriores são desconsiderados para monitorar as mudanças.

A presidência dos EUA será determinada assim que cada candidato ganhar o colégio eleitoral, cujos 538 membros proporcionais à população de cada Estado e o distrito de Columbia. Esses votos são mais importantes do que todos, com exceção de dois países, divididos pelo distrito do congresso.

Por Andrew Quinn

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG