elitismo diante de empresários da Pensilvânia - Eleições nos EUA - iG" /

Obama refuta acusações de elitismo diante de empresários da Pensilvânia

Acusado de elitista após empregar termos para se refeir aos trabalhadores que ele mesmo considerou inoportunos, o candidato democrata à Casa Branca Barack Obama decidiu passar imediatamente para o contra-ataque a uma semana da primária da Pensilvânia.

AFP |

"Os senadores (Hillary) Clinton e (John) McCain parecem entoar um mesmo repertório dizendo que estou desconectado da realidade, que sou elitista porque digo que muitas pessoas sentem amargura como conseqüência da situação econômica", se defendeu nesta segunda-feira Obama diante dos representantes da indústria manufatureira de Pittsburgh, antiga capital da siderurgia norte-americana, no oeste da Pensilvânia.

"Estou aqui para dizer a vocês que podem contar comigo depois desta eleição. Estive ao lado dos trabalhadores toda minha vida. É por isso que sou candidato à Presidência dos Estados Unidos", insistiu Obama.

O aspirante democrata à presidência é alvo de críticas por ter declarado durante uma reunião privada na semana passada que os trabalhadores das pequenas cidades norte-americanas, vítimas da crise econômica, sentiam "amargura" e estavam tentados a seguir um modo de vida ligado às armas de fogo, à igreja ou à xenofobia.

O campo republicano logo criticou estes comentários do senador pelo Illinois, mas os principais ataques foram feitos por sua rival no Partido Democrata, Hillary Clinton.

Hillary denunciou os "comentários descorteses" de Obama e considerou que o senador estava "desconectado" do mundo real.

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG