Obama quer taxar lucro das empresas de petróleo

O pré-candidato democrata à Casa Branca Barack Obama afirmou nesta sexta-feira que é favorável a uma taxação dos lucros das companhias de petróleo, num momento em que o preço da gasolina bate recordes novamente nos Estados Unidos.

AFP |

De acordo com a associação automobilística AAA, o preço da gasolina nos postos americanoos nesta sexta-feira era de, em média, 3,58 dólares o galão (3,78 litros).

"Para aos americanos mais ricos, o preço da gasolina é um assunto que causa aborrecimento, mas para a maioria dos americanos, é um problema gigantesco que se transforma em crise", disse o senador por Illinois durante uma coletiva à imprensa em Indiana (norte).

Obama pediu a instauração de uma taxa sobre os lucros das companhias de petróleo, assim como mais transparência da forma como os preços são fixados para os consumidores.

O pré-candidato recordou que é favorável a redução dos impostos para a classe média, permitindo, assim, que economizem até 1.000 dólares por ano, e um reforço das medidas voltadas para não desperdiçar a energia.

Obama disse também que deseja iniciar um plano de 150 bilhões de dólares em 10 anos, para favorecer as energias limpas e renováveis.

"Os candidatos que têm uma longa experiência na política em Washington, os meus adversários, são pessoas corajosas, mas de que serviu essa experiência? Deixar o preço do galão da gasolina próximo dos 4 dólares", respondeu.

Nenhuma medida para lutar contra o desperdício foi tomada em pelo menos 30 anos, assinalou.

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG