Obama atraiu mais da metade de seguidores de Hillary, diz pesquisa

Washington - O senador democrata e candidato presidencial, Barack Obama, conquistou mais da metade dos seguidores da senadora Hillary Clinton, que, fiéis ao partido, superaram a decepção com sua derrota, segundo uma pesquisa divulgada hoje e realizada conjuntamente pelo Yahoo! News e a Associated Press.

EFE |

A pesquisa aponta o início da aproximação entre os dois líderes, menos de três semanas depois que Hillary sofreu a derrota para Obama no processo de primárias democratas. Cerca de 53% dos democratas que apoiavam Hillary há dois meses agora respaldam o senador por Illinois, o primeiro negro com possibilidades de conquistar a Presidência dos Estados Unidos, em 4 de novembro.

O resultado contrasta com os 40% dos seguidores de Hillary que tinham indicado apoio a Obama, segundo a pesquisa. Já 23% dos consultados dizem preferir o candidato republicano, John McCain, em vez de Obama. Do resto dos entrevistados, 16% disseram estar indecisos, 5% se declararam a favor do candidato independente Ralph Nader, e 3% afirmaram que apoiarão outro candidato na disputa. Segundo a pesquisa, os resultados sugerem que os seguidores de Hillary duvidam de que Obama tenha experiência suficiente para ser presidente. Só 25% acreditam que o senador possui a trajetória política necessária para exercer o cargo.

A pesquisa foi realizada com 1.759 eleitores poucos dias depois que Hillary abandonou a disputa pela candidatura presidencial do Partido Democrata e prometeu apoiar a campanha de Obama.

No entanto, o candidato democrata ainda tem um longo caminho a percorrer, já que, de acordo com a pesquisa, mais de um em cada cinco eleitores que apoiaram Hillary nas primárias, por enquanto, pensam em votar no candidato republicano em novembro.

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG