Obama anuncia candidato a vice por celular e e-mail

WASHINGTON - Via mensagem de celular SMS e e-mail aos eleitores cadastrados no site do candidato, o democrata Barack Obama anunciou, na manhã deste sábado, o senador Joe Biden, de 65 anos, como candidato a vice-presidente em sua chapa.

Redação com agências internacionais |

"Nenhuma outra campanha fez isto", destacou David Plouffe, diretor da campanha de Obama. A inovação de Obama no anúncio do vice é apenas uma de várias ações on line que ajudaram a popularizar a mensagem democrata nestas eleições.

Além de seu site oficial, Barack Obama, tem um canal no site YouTube com mais de mil filmes, um Flickr com quase 20 mil imagens, um perfil no MySpace com mais de 410 mil amigos, um Twitter atualizado constantemente e um perfil no Facebook com mais de um milhão de apoiadores.

Segundo o blog político "The Fix", do Washington Post, o objetivo "mais provável" desse anúncio por e-mail e SMS era "recolher milhares de endereços de e-mail e números de celular para a campanha de Obama", já que ao ampliar "as formas de entrar em contato com potenciais eleitores, maiores são as chances de maximizar o número de votos" nas eleições de novembro.

Máquina de arrecadação

A interação de Obama com seus eleitores na rede virtual tem facilitado o recrutamento de doadores individuais para sua campanha. Desde o início das prévias, o democrata disponibilizou em seu site um cadastro para os interessados em fazer doações pontuais ou periódicas em qualquer valor até o máximo permitido por indivíduo no país, que é de US$ 2,3 mil.

A máquina de arrecadação de fundos de Obama pela internet já se tornou um sucesso histórico, com uma enorme participação de pequenos doadores espalhados pelo território norte-americano.

O resultado concreto do exército de apoiadores do Obama há muito já se reflete nos valores arrecadados em sua campanha. Até junho, foram US$ 287,4 milhões, sendo que US$ 130 milhões deste montante partiu de pequenas doações (até US$ 200) feitas na internet. Menos da metade deste valor foi arrecadado pelo o candidato republicano John McCain que, segundo a Comissão Eleitoral Federal dos Estados Unidos, angariou US$ 111,3 milhões até o mesmo período.

O sucesso na fase das eleições primárias foi tão grande que Obama não cumpriu o que prometera e abriu mão dos fundos públicos de campanha para as eleições gerais de novembro (US$ 85 milhões), pois, de acordo com as estimativas, poderá arrecadar privadamente o triplo desta quantia.


Campanha de Obama aposta no desejo de mudança ("change") do eleitorado / Getty

"Qualidades virais"

O ex-presidente da Disney Company Michael Eisner afirmou que Obama venceu nas primárias de seu partido porque soube utilizar melhor a internet que sua adversária, Hillary Clinton.

"Diria que o senador Obama chegou onde chegou pelo uso que fez de internet", disse o executivo. Em sua opinião, o senador por Illinois aproveitou "as qualidades virais" da internet, aliadas às destrezas naturais em comunicação e uma "habilidade para promover sua imagem com ubiqüidade", com o uso de blogs e do MySpace.

Opinião

O poder da internet:

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG