No Google, nome de McCain é mais valioso que o de Obama

WASHINGTON - Se o candidato democrático à Casa Branca, Barack Obama, é soberano indiscutível no site de vídeos Youtube (um de seus vídeos foi acessado oito milhões de vezes), no site de busca Google, a situação é bem diferente.

Ansa |

Neste caso, John McCain é quase duas vezes mais "precioso" que o seu adversário, ao menos no que se refere aos elevados custos de publicidades associadas às suas páginas. 

Segundo a revista on-line The Politico, os anúncios no Google ligados às palavras-chave "John McCain" custam quase duas vezes mais do que os que estão associados a "Barack Obama". Enquanto o custo diário de uma publicidade coligada a páginas referentes a Obama fica entre U$150 e U$240, no caso de McCain, oscila entre U$250 e U$450.

No Google AdWords, serviço de publicidade do site, o anunciante escolhe associar sua marca a alguma palavra-chave e paga pelo número de acessos recebidos pelo anúncio. De acordo com a Google, um anúncio associado à palavra "Barack Obama" pode receber de 153 a 191 acessos por dia, enquanto os que estão ligados às palavras "John McCain" registram entre 213 e 266 acessos diários.

Mas o que faz com que aumente o preço das publicidades nas páginas de McCain? Segundo especialistas, isto é mérito do próprio McCain, que, nas páginas ligadas ao seu nome, teria investido cifras consideráveis para ter um alto número de anúncios publicitários que conduzem à sua campanha eleitoral. Assim, o acesso a essas páginas teria aumentado progressivamente, fazendo crescer também o custo das publicidades.


Leia mais sobre eleições nos EUA


    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG