extrema-esquerda de Obama - Eleições nos EUA - iG" /

McCain reforça ataque à política de extrema-esquerda de Obama

O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, voltou a atacar neste sábado o democrata Barack Obama, descrevendo-o como um rival ancorado na extrema-esquerda da política americana, em um ato em Virginia (nordeste) a três dias das eleições. McCain começou em Newport News a encerrar sua campanha, aferrando-se à sua estratégia de pintar Obama como um liberal da velha escola que aumentará os impostos.

AFP |

Ele destacou que os comentários de Obama sobre o já famoso "Joe, o bombeiro" (um homem que se tornou praticamente o mascote da campanha republicana), em relação à necessidade de "distribuir a riqueza", revelaram as verdadeiras intenções do candidato democrata.

"O senador Obama está na extrema esquerda da política americana, isso não deve surpreender ninguém. É o senador mais liberal do Senado", disse o aspirante republicano.

Virginia é um dos estados-chave onde McCain precisa ganhar se quiser derrotar Obama, que aparece na liderança nas pesquisas nacionais e pode se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

Para isso, o candidato de 72 anos criticou as mudanças impositivas que Obama propõe fazer, tentando atrair a classe operária indecisa retratando o senador de Illinois como um "socialista".

McCain fará campanha em Virginia e Pensilvânia (leste) neste sábado antes de ir para Nova York, onde tentará mostrar sue lado bem-humorado no popular programa televisivo "Saturday Night Live".

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG