se esquecer da América Latina - Eleições nos EUA - iG" /

McCain lança vídeo criticando Obama por se esquecer da América Latina

O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, lançou um vídeo criticando seu adversário democrata, Barack Obama, por não ter mencionado a América Latina durante seu recente discurso em Berlim.

Redação com agências internacionais |

Intitulado "Barack Obama se esqueceu da América Latina", o vídeo mostra o candidato se dirigindo à multidão em Berlim.


Clique para ver as melhores imagens de Obama na Alemanha


O anúncio começa com uma trilha sonora animada de fundo e um título em espanhol que diz: "O mundo de acordo com Barack Obama".

Ao longo do vídeo são mostradas imagens do discurso realizado na semana passada por Obama em Berlim, na Alemanha, um dos momentos culminantes de sua viagem pelo Oriente Médio e pela Europa.

"Esta noite falo perante os senhores não como um candidato a presidente, mas como um cidadão, um orgulhoso cidadão dos Estados Unidos e do mundo", diz Obama perante a multidão que o recebeu em Berlim.

Depois, surge uma nova frase que diz: "Mas se esqueceu de nações inteiras".

As imagens mostram Obama mencionando França, Berlim, Hamburgo, Reino Unido, Kandahar, Londres, Ruanda, Irã quando interrompe e pergunta: "E onde ficou a América Latina" e "os latinos?".

Em seguida, retoma uma imagem de Obama citando locais como Afeganistão, Somália, Darfur, Belfast, África do Sul, Madri, Europa.

O novo anúncio coincide com o lançamento hoje, no site oficial da campanha de McCain, de um vídeo em que os republicanos insistem em comparar Obama com as celebridades de Hollywood.

"Nações inteiras foram esquecidas" neste discurso, criticou a equipe de campanha de McCain no vídeo.

"Onde ficou a América Latina?", perguntou outra voz, esta em espanhol. "E os latinos? Será que ele se esqueceu de nós?", questionou uma terceira voz no final da gravação.



McCain está em desvantagem

De acordo com uma pesquisa divulgada na quinta-feira passada, 24, dois terços dos eleitores hispânicos dos EUA preferem Obama .

A pesquisa telefônica, feita em todo o país pelo Centro Hispânico Pew, revelou que 66% dos eleitores latinos registrados apóiam Obama, enquanto 23% apóiam o republicano John McCain. Foram entrevistadas 2.015 pessoas, das quais 892 registradas para votar.

O estudo revelou ainda que 65 por cento dos eleitores latinos registrados se identificam ou se inclinam para o lado democrata, em comparação com os 26 por cento que disseram se identificar com o partido republicano.

'Essa vantagem de 39 pontos percentuais é a maior que já existiu em qualquer momento desta década', informou a pesquisa.

US$ 20 milhões para voto latino

Na quarta-feira, o escritório de campanha do democrata Obama, anunciou que investirá US$ 20 milhões para atrair o voto dos latinos .

Os fundos vão ser destinados à mobilização e ao registro de novos eleitores, à contratação de um quadro de pessoal dedicado exclusivamente aos latinos e a campanhas de publicidade em meios de comunicação tradicionais e na internet.

O investimento, de acordo com o escritório de campanha do senador, é "sem precedentes" e ressalta a importância do voto hispânico.

(*Com informações das agências EFE, AFP e Reuters)

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG