McCain está perto de anunciar candidato a vice; veja os mais cotados

Depois de meses de segredos e intrigas, John McCain encontra-se quase pronto para revelar quem escolheu como candidato a vice-presidente.

Redação |

McCain, do Partido Republicano, está pronto para escolher como parceiro o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney, que pareceu irritá-lo por tantas vezes durante as prévias, mas que desde então se tornou um aliado fiel?

Veja abaixo os principais cotados:

BOBBY JINDAL

Um dos expoentes do partido republicano, Bobby Jindal, de 37 anos, é governador de Louisiana e é um dos cotados a ser candidato a vice na chapa de McCain.

Jindal é descendente de indianos e tem um apelo "étnico" que pode ser positivo para a campanha republicana. Além disso, é católico fervoroso e respeitado pelos conservadores do partido. No entanto, por ser muito novo, muitos analistas afirma que Jindal ainda não tem experiência para o cargo de vice-presidente.

MITT ROMNEY

O principal rival de McCain nas primárias republicanas pode ser escolhido vice por ser mais popular entre os conservadores do partido Republicano. Romney já declarou diversas vezes que ficaria feliz em ser escolhido.

Romney já foi governador de Massachusetts e tem mais experiência em cargos executivos do que McCain. Além disso, um de seus pontos fortes é o farto conhecimento de assuntos econômicos, um dos pontos fracos de McCain.

MIKE HUCKABEE

Mike Huckabee, outro rival de McCain nas primárias, é cotado principalmente por sua forte influência entre os eleitores evangélicos. Durante as primárias, Huckabee conseguiu muitos votos em Estados do "cinturão religioso" dos Estados Unidos.

O ex-governador do Arkansas, no entanto, não é bem visto entre os mais conservadores do partido Republicano por suas opiniões liberais e populistas sobre os gastos do governo.

CONDOLEEZZA RICE

Uma chapa improvável, mas muito cogitada entre analistas, é a dobradinha entre McCain e a atual secretária de Estado, Condoleezza Rice. A escolha de Rice daria uma alavancada na candidatura de McCain entre a comunidade negra dos Estados Unidos, o que poderia ofuscar levemente a candidatura de Obama. Além disso, Rice também tem forte apelo entre as mulheres mais conservadoras do país.

Além disso, Rice tem vasta experiência econômica e executiva e não é tão associada pelos eleitores aos fracassos do governo Bush no Iraque e Afeganistão.

No entanto, Rice já afirmou que não pretende continuar na política e deve voltar a dar aulas de ciência política na Universidade de Stanford, onde é professora.

Além dos republicanos acima, outros nomes cogitados são:

  • Joe Lieberman , ex-membro do partido Democrata, seria uma escolha para angariar eleitores independentes e liberais
  • General David Petraeus , militar encarregado da tropas no Iraque desde 2007, tem vasta experiência militar
  • Charlie Crist , governador da Flórida, é jovem e conseguiria trazer os votos dos eleitores indeciso no "estado-chave" da Flórida

Com todos os nomes ainda na mesa de negociação, o tempo para escolha do candidato a vice-presidente começa a se esgotar e uma decisão precisa ser tomada antes da convenção do Partido Democrata que nomeará Obama oficialmente, marcada para a última semana de agosto, e da convenção do Partido Republicano, marcada para a primeira semana de setembro.

Com o início dos Jogos Olímpicos na China, no dia 8 de agosto, os dois candidatos devem perder espaço nos meios de comunicação. Ou seja, Obama e McCain teriam apenas mais duas semanas para fazer seus anúncios.

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos euamccainobama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG