McCain defende construção de 45 reatores nucleares até 2030

O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, defendeu nesta quarta-feira a construção de 45 reatores nucleares nos Estados Unidos até 2030, como parte da solução para a atual crise de energia.

AFP |

"Vou promover neste país a construção de 45 novos reatores (nucleares) até 2030, com o objetivo final de ter 100 centrais novas para fornecer eletricidade às residências, fábricas e cidades da América", disse McCain em um discurso em Springfield (Missouri).

"Sou um defensor desta forma de energia limpa, segura e eficiente", destacou McCain, lembrando que uma usina nuclear não é construída nos Estados Unidos há 30 anos.

No final de maio, a Westinghouse Electric, filial do grupo japonês Toshiba, fechou um contrato para a construção de dois novos reatores nucleares nos Estados Unidos, do tipo AP1000, de 1.100 megawatts.

Os reatores serão instalados na central nuclear de Jenkinsville, na Carolina do Sul, explorada pelo grupo Scana e pela empresa estatal Santee Cooper.

No início de abril, a Westinghouse obteve outro pedido, o primeiro para uma central nuclear realizado nos EUA nos últimos 30 anos.

Os Estados Unidos têm, hoje, 104 centrais nucleares em atividade, e a mais recente foi encomendada em 1977, entrando em funcionamento em 1990.

Em 1979, os EUA sofreram um sério acidente nuclear, na central de Three Mile Island (Pensilvânia).



    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG