McCain ataca Hillary e Obama por retirada de tropas do Iraque

O candidato à Casa Branca republicano John McCain irá realizar nesta segunda-feira o mais violento ataque contra seus rivais democratas sobre o Iraque, um dia antes do general americano de mais alto grau neste país se reunir com o Congresso.

AFP |



McCain planeja atacar em um discurso os democratas Barack Obama e Hillary Clinton por seus "imprudentes e irresponsáveis" planos de retirar as tropas americanas da guerra, argumentando que os Estados Unidos não iriam permitir uma derrota no Iraque.

"Acredito que nenhum candidato presidencial deveria fazer promessas que não poderia manter se for eleito", disse McCain em seu discurso, que foi divulgado antecipadamente para a imprensa.

"Prometer uma retirada de nossas forças no Iraque, apesar das desastrosas conseqüências que isso implicaria para os iraquianos, de nossos interesses mais vitais e do futuro do Oriente Médio, é o cúmulo da irresponsabilidade. É uma perda de rumo", adverte McCain.

"Devemos rejeitar uma vez mais, como fizemos em 2007, os chamados a um imprudente e irresponsável retirada das nossas forças logo no momento em que estão triunfando", diz o discurso do candidato republicano, que será feito no Kansas.

O discurso irá ocorrer um dia antes do comandante em chefe do Exército americano no Iraque, David Petraues, e o embaixador americano em Bagdá, Ryan Crocker, se reuniram com o Congresso para informarem o progresso das ações de guerra.

Leia mais sobre: eleições nos EUA




    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG