East West Worldwide." / East West Worldwide." /

Lojista atrai consumidores com pôster de Obama

HEMPSTEAD (NY) - Em meio a fachadas decadentes de lojas que negociam ouro e vendem lustres usados, uma vitrine moderna com um grande poster de Barack Obama chama a atenção de quem passa pela Old Country Road, rua que corta a ilha de Long Island. Sou um grande apoiador de Obama. Queria mostrar minha posição política a quem passasse aqui na frente, afirmou Jesse Moss, 30 anos, dono da rede de lojas de streetwear http://eastwestworldwide.com/East West Worldwide.

Leandro Meireles Pinto, repórter do iG nos EUA |

A Old Country Road, uma rua comercial decadente, é um dos principais acessos à Universidade de Hofstra, onde aconteceu o último debate entre os candidatos à Casa Branca. A filial da rede de Jesse está no local há apenas sete meses. "Desde que colocamos o pôster na vitrine, nosso movimento aumentou um pouco. Pessoas que não entrariam na loja resolveram entrar", afirmou.


Fachada da loja East West Worldwide, em Long Island / Lenadro M. Pinto

Jesse vende o que ficou convencionado chamar de "streetwear", roupas usadas por jovens modernos. "Meu público geralmente é favorável a Obama. Mas já tive clientes que reclamaram do pôster lá fora. Como empresário, eu quero ter opinião, mas devo tomar cuidado para não afastar uma parte dos meus consumidores", explica.

Segundo Jesse, "Obama é um cara calmo, que fala de uma forma que as pessoas entendem. Mesmo que você não concorde com ele, ele vai conversar com você de uma maneira que é respeitosa e você pode mudar de idéia", afirmou. Vestindo uma camiseta do candidato, Jesse afirmou também que Obama "claramente" venceu o debate da última noite. "Eu sou um pouco suspeito para falar,  mas acho que Obama consegue se conectar com as pessoas e as pessoas param o que estão fazendo para ouvi-lo. McCain muitas vezes faz alguns comentários sarcásticos, vira os olhos e acho que isso afasta as pessoas", explicou.

"Não é que eu não goste de McCain. Ele fez muito para o país. Mas acho que não é a hora dele. Agora é a hora de alguém que possa reerguer a América, alguém que seja respeitado aqui e no exterior", completou o empresário.

Em busca de mais participação

Leandro M. Pinto

Jesse Moss, proprietário da loja

Há 10 anos no ramo, o empresário afirma que um dia ainda quer entrar para a política. "Sempre tive opinião forte e gostava de discutir. Quando eu saí do colegial, tinha duas opções. Virar advogado ou dono de loja. Como a faculdade de Direito é muito cara, vim parar aqui", disse. Por isso, afirma Jesse, sua loja virou um ponto de encontro de apoiadores de Obama e dos candidatos democratas que buscam a eleição no pleito local.

"Durante os últimos meses, fizemos um esforço aqui na loja para registrar eleitores, incentivar a participação dos jovens na política. Tem dado muito certo. Sei que não vou mudar a eleição, mas estou aqui fazendo minha parte", disse.

Leando M. Pinto

Camistes pró-Obama à venda na East West

Além do grande cartaz na fachada, a loja de Jesse também vende camisetas do candidato democrata. "Usamos parte do dinheiro das vendas para ajudar na campanha de Obama. Estamos fazendo isso desde as primárias, quando ele ainda concorria com Hillary Clinton", afirmou.

Por vender também pela internet, Jesse afirma que já enviou camisetas de Obama para quase todos os Estados Unidos. "Até para os lugares que apóiam McCain fervorosamente", disse. Segundo ele, suas camisetas já foram parar em diversos cantos da Europa e até no Brasil. "Já recebi várias encomendas de São Paulo", afirma animado e perguntando se uma filial de sua loja seria bem aceita no país. "Quem sabe não montamos alguma coisa em um bairro descolado da sua cidade", sugeriu ao repórter.

Leia mais sobre eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG