Hillary Clinton convida Barack Obama para um debate sem moderador

Washington, 26 abr (EFE).- Hillary Clinton convidou hoje seu rival democrata Barack Obama para um debate sem moderador, no mesmo estilo que há 150 anos Abraham Lincoln e seu oponente democrata Stephen Douglas fizeram para conseguir uma cadeira no Senado.

EFE |

Hillary afirmou em um ato eleitoral em Indiana que um debate desse tipo de 90 minutos permitiria aos dois candidatos à Casa Branca realizarem perguntas diretamente sem intermediários.

A campanha de Hillary tornou público hoje o convite por meio de uma carta enviada aos assessores de Obama.

"A senadora Clinton e o senador Obama participarão de um debate de 90 minutos em um fórum público, só os dois", prosseguiu a carta, que apontou que cada um dos "presidenciáveis" falaria durante dois minutos, se alternando dessa forma durante o debate.

A campanha de Hillary indicou que não haveria nenhuma regra sobre quanto tempo seria destinado a cada tema. Obama não respondeu ainda a proposta, mas disse hoje que não haverá mais debates antes das primárias de 6 de maio na Carolina do Norte e em Indiana.

"Não vamos ter debates até Indiana", disse Obama em entrevista gravada com a rede de televisão "Fox" que será transmitida amanhã. Os dois pré-candidatos democratas participaram de 21 debates, o último deles ocorreu há duas semanas na Filadélfia (Pensilvânia).

O republicano Abraham Lincoln, que se tornou presidente, e seu rival democrata Stephen A. Douglas, mantiveram em 1858 uma série de sete debates para decidir uma cadeira no Senado por Illinois.

Douglas acabou ganhando, mas os atos renderam uma grande publicidade a Lincoln e o transformaram em um candidato viável às eleições presidenciais de 1860 nas quais saiu vitorioso.

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG