EUA elaboram plano de segurança para convenções democrata e republicana

WASHINGTON - O governo dos Estados Unidos transformará em fortalezas virtuais as cidades que receberão, nas próximas duas semanas, as convenções democrata e republicana, ao investir US$ 100 milhões em um amplo esquema de segurança.

EFE |

O Departamento de Segurança Nacional (DHS) dos EUA informou hoje aos jornalistas que as convenções nacionais, em Denver (Colorado), e St.Paul (Minnesota), foram nomeadas como Eventos Nacionais de Segurança Especial (NSSE, em inglês).

O governo alocou um total de US$ 100 milhões - US$ 50 milhões para cada convenção - para as operações de segurança, que estarão coordenadas pelo Serviço Secreto americano.

Assim, as cidades contarão com milhares de agentes policiais, equipes de cães para a detecção de explosivos, agentes disfarçados, e até policiais em motos e bicicletas.

As autoridades federais, em coordenação com as locais e estaduais, administrarão, além disso, centros de comunicações com equipamentos de alta tecnologia, a partir dos quais será possível vigiar as atividades em ambas as convenções.

Serão colocadas, por exemplo, câmeras de vigilância em edifícios federais e outros pontos estratégicos em ambas as cidades, e serão captados de aviões imagens em tempo real, explicou o DHS.

A convenção democrata, de 25 a 28 de setembro em Denver, e a republicana, de 1º a 4 de setembro em St. Paul, "são exemplo de como nossas diversas agências trabalham de forma conjunta com as autoridades locais em direção à meta comum da segurança nacional", segundo o DHS.

A cidade de Denver, por exemplo, gastará US$ 18 milhões só em equipamentos de alta tecnologia, e seu plano de segurança será apoiado por membros da Guarda Nacional estadual e centenas de policiais de toda a área.

Além disso, o Departamento de Transporte do Colorado ordenará o fechamento da estrada interestadual 25, a artéria principal que divide a cidade de Denver de norte a sul, em 28 de agosto, quando o democrata Barack Obama aceitar a candidatura presidencial perante 75 mil pessoas no estádio Invesco Field.

Enquanto isso, a cidade de St. Paul contará com a participação ativa de 500 policiais que trabalharão lado a lado com 80 agências policiais que, em seu conjunto, fornecerão outros três mil agentes.

O amplo desdobramento de segurança tem o objetivo de garantir a segurança dos candidatos presidenciais e dos participantes de ambas as convenções.

Embora o DHS tenha qualificado de "sensível" qualquer discussão sobre os métodos específicos e recursos utilizados para o plano de segurança, destacou que "há uma tremenda quantidade de planejamento prévia e de coordenação" no que se refere à segurança do espaço aéreo, comunicações, capacitação, e credenciamento da imprensa.

"Se surgir uma necessidade de responder a uma ameaça tática, o Serviço Secreto estará pronto para responder com um número de unidades especializadas que têm experiência única" nesse tipo de ameaças, disse o DHS.

Entre as agências que participam do contingente de segurança figuram o Escritório de Imigração e Alfândegas, o Escritório de Alfândegas e Proteção Fronteiriça, o Serviço de guarda-costeira e a Administração de Segurança no Transporte, entre outras.

"Estamos tentando ter certeza de que intensificamos nossos esforços" de segurança para ambos os eventos, disse Russ Knocke, porta-voz do DHS.

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG