Tamanho do texto

Washington - Mark Penn, o estrategista chefe de Hillary Clinton, renunciou neste domingo de seu posto após a controvérsia por seus contatos com o Governo da Colômbia sobre o Tratado de Livre-Comércio (TLC) com os EUA, informou hoje o comitê da senadora.

"Após os eventos dos últimos dias Mark Penn pediu para renunciar de seu papel como estrategista chefe", declarou em comunicado Maggie Williams, diretora de campanha de Clinton.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.