Esposa de McCain visita Vietnã, onde o marido passou mais de 5 anos detido

A esposa do candidato republicano à Casa Branca John McCain visitou nesta quinta-feira um centro de tratamento de crianças com deformações faciais no Vietnã, país onde seu marido passou cinco anos e meio detido como prisioneiro de guerra.

AFP |

Cindy McCain, de 54 anos, visitou um hospital de Nha Trang (centro) onde a ONG Operation Smile (Operação Sorriso), da qual é uma das diretoras, oferece 10 dias de tratamentos médicos a bordo de um navio da Marinha americana.

A ONG informou que a visita de Cindy McCain teve caráter estritamente privado.

"Lamento que meu marido não esteja conosco", declarou no entanto a possível primeira-dama dos Estados Unidos, ex-miss e herdeira de um império de distribuição de cerveja.

"Como vocês sabem, ele tem uma inclinação especial pelo Vietnã", acrescentou Cindy McCain, antes de visitar Phuoc Thi Le, uma menina de 11 anos que recebeu a ajuda do casal.

John McCain foi aviador durante a guerra do Vietnã. Seu avião foi derrubado em 1967 e o piloto permaneceu cinco anos e meio detido. Nos anos 90, contribuiu para a normalização das relações diplomáticas entre Vietnã e Estados Unidos.

Leia mais sobre: eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG