Eleições nos EUA dão aos latinos espécie de anistia como grupo social

Ilegais, delinqüência e prisões são temas concernentes à comunidade latina nos Estados Unidos, mas em época de eleição a primeira minoria é alvo de proselitismo e uma espécie de anistia é dada para as personalidades estrangeiras que atraem massas.

AFP |

Conhecidos atores e cantores latinos participaram ativamente da atual campanha presidencial: Shakira, Alejandro Sanz e Paulina Rubio expressaram sua simpatia pelo democrata Barack Obama; seu adversário republicano John McCain foi apoiado por Daddy Yankee, um porto-riquenho cantor de regae.

"Eu como latina aqui nos Estados Unidos quero essa mudança", diz Kate del Castillo no video "Podemos com Obama", repleto de talentos latino-americanos.

Nesta espécie de anistia política, os mesmos grupos conservadores que querem um muro na fronteira com o México ou os líderes políticos que apóiam as detenções de 12 milhões de ilegais, fazem um parêntese para que figuras populares como o ator Eduardo Verástegui atue como ativista sem obedecer ao estatuto do imigrante.

Verástegui, produtor e protagonista de "Bella" (2006), está na Califórnia para convidar os hispânicos a votarem a favor da "Proposição 8", que proíbe o casamento entre homossexuais, com a mesma devoção católica que protestou no ano passado na Cidade do México contra a descriminalização do aborto.

"Por que adotar um nome que durante milhares de anos foi a união entre um homem e uma mulher. Deve-se denominar de outra maneira, mas não matrimônio", disse Verástegui que apóia a proposta dos mesmos grupos conservadores que defendem ações mais duras contra os ilegais.

Nos Estados Unidos, como em muitos países, os "não residentes" estão proibidos de participar de atos políticos, mas seu peso demográfico é a maior desculpa para abrir este parêntese implícito para certas personalidades.

Este ano, mais de nove milhões de hispânicos estão aptos a votar contra os 7,6 milhões de 2004 e que foram a chave do triunfo do republicano George W. Bush.

"Verástegui - que não é cidadão americano e não votará nas eleições - também manifestou seu apoio ao candidato republicano John McCain", segundo La Opinión, o jornal em espanhol de maior circulação em Los Angeles.

pb/nh/sd/

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG