Democratas e republicanos divergem sobre vencedor do debate

HEMPSTEAD (NY) - Ao fim do último debate entre os candidatos à Casa Branca John McCain e Barack Obama, assessores e políticos dos partidos Democrata e Republicano foram à sala de imprensa para opinar sobre o confronto. Veja abaixo o que cada um achou:

Leandro Meireles Pinto, repórter do iG nos EUA |

David Plouffe , coordenador da campanha de Barack Obama, afirmou que o candidato democrata conseguiu se conectar com o público americano e que McCain ficou agressivo durante toda a discussão. "Eles só tem 20 dias para virar o jogo, então partem para ataques que não interessam ao povo americano", afirmou Plouffe.

Por outro lado, o estrategista da campanha de McCain, Steven Schmidt , disse que o candidato republicano fez um "trabalho efetivo" que deverá ter reflexos nas próximas pesquisas. "McCain exibiu suas propostas sobre a economia e mostrou que é a melhor escolha", disse.

David Axelrod, consultor político de Obama, afirmou que McCain apenas repetiu o que já vinha falando nos últimos debates e com isso não vai conseguir avançar nas pesquisas. "Obama fez o que devia fazer. Mostrou as diferenças em relação a McCain", afirmou.


O governador de Massachusetts, o republicano Mitt Romney , afirmou que Obama não é como Hillary e é a pessoa mais à esquerda do partido democrata. Ele também criticou Obama por se opor à construção de usinas nucleares para gerar energia. "Energia nuclear é limpa e segura. É o melhor meio de não dependermos mais de outros países", afirmou.

.

Já a governadora de Michigan, a democrata Jennifer Granholm , disse que Obama venceu o debate porque conseguiu explicar melhor suas propostas sobre a economia. "O povo americano não quer saber sobre Bill Ayers", disse, em referência às acusações de que Obama tem ligações com um ex-terrorista.

Para o senador democrata Chuck Schumer , McCain não vai conseguir virar o jogo com esse debate. "McCain precisava de uma atuação decisiva. Era ele que precisava vencer o debate. Hoje não vimos isso aqui", afirmou.

Andrew McDonald , senador republicano pelo Estado de Connecticut, afirmou que o debate foi favorável a John McCain e que nos próximos dias isso deve ser refletido nas pesquisas. "Todos na campanha estão muito confiantes e vamos virar o jogo", disse.

Leia mais sobre eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG