Contra crítica sobre patrimônio, McCain volta a citar Vietnã

O candidato republicano à Presidência dos EUA, John McCain, que costuma invocar os sofrimentos pelos quais passou como prisioneiro de guerra no Vietnã para mostrar sua devoção ao país, sacou essa mesma carta na segunda-feira, desta vez para afastar as críticas a respeito do número de casas que possuiria.

Reuters |

Na semana passada, o adversário de McCain na disputa, Barack Obama, do Partido Democrata, acusou o republicano de estar distante do norte-americano médio ao não conseguir dizer com precisão de quantas casas ele e sua mulher, Cindy, seriam donos. Cindy é a herdeira rica de uma distribuidora de cerveja.

Ao comparecer ao programa Tonight Show with Jay Leno, McCain, 71, disse que sua prioridade era manter os norte-americanos em suas casas neste momento de crise econômica. Depois, o candidato relembrou sua passagem pelo Vietnã.

"Eu fiquei cinco anos e meio em uma cela de prisão --eu não tinha uma casa. Eu não tinha uma mesa de cozinha. Não tinha mesa. Não tinha cadeira", afirmou.

"Eu aguentei esses cinco anos e meio não porque queria ter uma casa quando saísse dali."

A elevação do preço dos combustíveis e o desaquecimento da economia tornaram-se questões centrais na disputa pela Casa Branca. O próximo presidente dos EUA herdará vários problemas, entre os quais a crise no mercado de hipotecas que custou a muitos norte-americanos suas casas.

McCain disse estar preparado para enfrentar isso e tentou minimizar a controvérsia em torno do patrimônio de sua família.

"Tenho orgulho da minha ficha de serviços prestados ao país e isso não guarda relação nenhuma com a questão dos imóveis. Isso tem a ver com colocar os norte-americanos em suas casas e mantê-los em suas casas. E é isso o que eu sei como fazer", afirmou em meio a aplausos entusiasmados da platéia do programa.

Na entrevista, o republicano, senador pelo Estado do Arizona, listou quatro casas que pertenceriam a ele e a sua mulher -- uma na região de Washington, duas no Arizona e uma na Califórnia.

Meios de comunicação e alguns democratas afirmaram que o casal possui ao menos sete propriedades quando se contam também os investimentos.

McCain disse ter orgulho da forma como o pai de sua mulher construiu uma grande empresa depois de lutar na Segunda Guerra Mundial.

Nesta semana em que os democratas ocupam-se de sua convenção, realizada em Denver para lançar oficialmente a candidatura de Obama, as pesquisas mostram os dois candidatos praticamente empatados. Os republicanos realizam a sua convenção na próxima semana.

McCain previu uma batalha acirrada nas eleições de 4 de novembro.

A casa do candidato democrata no elegante bairro de Hyde Park, em Chicago, vale mais de 1,5 milhão de dólares. E McCain ganhou milhões de dólares com a venda de dois livros autobiográficos.

Leia mais sobre eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG