Cineasta Michael Moore apóia Barack Obama

O polêmico cineasta americano Michael Moore, decepcionado com Hillary Clinton, decidiu nesta segunda-feira manifestar seu apoio ao senador Barack Obama na corrida democrata para as eleições presidenciais de novembro nos Estados Unidos.

AFP |

"Nos últimos meses, os atos e palavras de Hillary Clinton passaram de decepcionantes a repugnantes", diz o cineasta em seu site (MichaelMoore.com).

Moore explicou que o debate na TV na quarta-feira passada foi "a gota d'água que transbordou o copo", criticando Hillary por ter citado o nome de (Louis) Farrakhan, o dirigente do movimento radical muçulmano negro americano "Nation of Islam", na polêmica sobre Jeremiah Wright, antigo pastor de Obama.

"Pronunciou o nome que começa por F exclusivamente para assustar os brancos", disse Moore. "Evidentemente, Obama não tem qualquer relação com Farrakhan...", disse o cineasta, que considerou a declaração de Hillary "sórdida".

O diretor de "Sicko - SOS Saúde" e de "Fahrenheit 9/11" destacou que apóia o movimento de mudança apresentado por Obama, que pode acabar com a guerra no Iraque.

Leia mais sobre: eleições nos EUA - Michael Moore

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG