Bill Clinton diz que fará o que puder para eleição de Obama

Washington, 24 jun (EFE).- O ex-presidente americano Bill Clinton afirma que fará o que estiver em suas mãos para conseguir a eleição à Casa Blanca de Barack Obama, que derrotou a esposa do ex-chefe de Estado, Hillary Clinton, nas primárias do Partido Democrata.

EFE |

Por seu porta-voz, Matt McKenna, Bill Clinton afirmou que está "obviamente comprometido a fazer o que puder e o que lhe pedirem para garantir que o senador Obama se transforme no próximo presidente dos Estados Unidos".

Até o momento, não está claro que papel poderia ter o ex-presidente na campanha democrata pela Casa Branca.

Obama e Hillary Clinton participarão na quinta-feira de um ato a portas fechadas com alguns dos principais doadores da senadora, para tentar convencê-los a oferecer fundos à campanha do virtual candidato democrata.

Os dois comparecerão na sexta-feira pela primeira vez em um comício na localidade de Unity, em New Hampshire, para elogiar a unidade do Partido Democrata após os atritos durante o longo processo de primárias.

O ex-presidente americano não deve participar desse ato, mas estará na Europa para dar uma série de conferências.

Durante o processo de primárias, Bill Clinton criticou Obama abertamente algumas vezes, afirmando que a oposição do senador à Guerra do Iraque era "um conto de fadas".

O comportamento de Bill Clinton durante esse processo, no qual às vezes pareceu perder o controle e se mostrar irado demais, é considerado um dos fatores que podem ter diminuído votos a Hillary durante as primárias.

Leia mais sobre: Eleições nos EUA

    Leia tudo sobre: eleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG