Ataques de Palin são para desviar atenção da falta de idéias, diz Obama

O candidato democrata na corrida pela Casa Branca, Barack Obama, disse nesta quinta-feira que os ataques que recebeu da vice na chapa republicana, Sarah Palin, têm o objetivo de desviar a atenção da falta de idéias políticas dos adversários.

AFP |

"Antecipei isso na quinta-feira passada, no meu discurso de aceitação (da indicação do partido)", comentou Obama, em York, na Pensilvânia, quando lhe perguntaram se ficou surpreso com os veementes ataques de Palin, ontem, na Convenção Republicana.

"Não têm uma agenda a seguir. Em duas noites, não deram uma única idéia concreta sobre como vão melhorar as vidas dos americanos de classe média", afirmou.

O candidato democrata também deixou claro que, apesar de a família de Palin e a gravidez da filha caçula da vice, de 17 anos, serem temas que ficam de fora da linha de qualquer ataque, não vacilará em esquadrinhar sua trajetória como governadora do Alasca e prefeita.

"A idéia de que qualquer pergunta sobre seu trabalho no Alasca é, de alguma maneira irrelevante para seu futuro de vice-presidente dos Estados Unidos, não tem muito sentido para mim", acrescentou Obama.

"Acho que tem um passado convincente, mas assumo que queira ser tratada da mesma forma que os homens querem ser tratados, o que significa que as trajetórias estão sob investigação".

Os democratas foram acusados por alguns membros da campanha de McCain de sexismo em seus questionamentos das credenciais de Palin para a vice-presidência.

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG