Ao contrário do pai, Michael Powell é partidário de McCain

WASHINGTON - O ex-secretário de Estado Colin Powell deu seu apoio ao candidato democrata Barack Obama por considerá-lo uma figura transformadora, mas seu filho, o ex-presidente da Comissão Federal de Comunicações Michael Powell, é partidário do republicano John McCain.

EFE |


Assim publica nesta segunda em seu site o diário "The Hill", especializado na cobertura da classe política em Washington.

Segundo o jornal, Michael Powell, que também foi assessor de política do vice-presidente Dick Cheney, é partidário de McCain e o representa na disputa eleitoral, além de ser seu assessor em assuntos tecnológicos.

Para Michael Powell, McCain é o candidato idôneo "para acalmar as turbulentas águas" devido à crise econômica.

Além disso, o filho do ex-secretário de estado, segundo o diário, contribuiu com US$ 1 mil com a campanha de McCain durante o caucus em Iowa em janeiro passado, e com uma quantidade igual antes das primárias da Flórida.

Michael Powell prestou serviço como presidente da Comissão Federal de Comunicações de 2001 a 2005, no primeiro mandato do presidente George W. Bush, período em que defendeu um aumento nas multas a programas em horários de máxima audiência que tivessem alto conteúdo obsceno.

Alguns observadores não descartam que, caso McCain vença, Michael Powell possa ser designado para um alto cargo no Governo.

Colin Powell, amigo de McCain há 25 anos, anunciou no domingo que apóia Obama durante um programa da rede "NBC".

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG