A organização de direitos humanos Anistia Internacional (AI) pediu nesta quarta-feira a Barack Obama que, nos primeiros cem dias de sua presidência, tome medidas concretas para fechar a prisão americana de Guantánamo, em Cuba, e para reparar os danos causados pelo governo de George W. Bush.

"O novo presidente deve restabelecer os Estados Unidos em seu posto de campeão dos Direitos Humanos", declarou, em um comunicado, a secretária-geral da AI, Irene Khan, pedindo a Obama que anuncie nos próximos cem dias "um plano e uma data para o fechamento do centro de detenção de Guantánamo".

AI também pediu a Obama que investigue os casos de violações dos direitos humanos cometidos durante a era Bus e proíba a tortura e os maus-tratos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.