Weslian usa polêmica do aborto na campanha do DF

Tribunal Regional Eleitoral do DF negou ontem cinco pedidos liminares de suspensão da fala do padre

Agência Estado |

selo

As cenas de um padre da emissora de TV católica Canção Nova acusando o PT de apoiar o aborto tem causado dores de cabeça à campanha do petista Agnelo Queiroz, candidato ao governo do Distrito Federal. As imagens voltaram a ser exibidas pelo programa de sua adversária, Weslian Roriz (PSC), que tem associado o adversário à polêmica questão, tal como vem ocorrendo com a presidenciável Dilma Rousseff. O Tribunal Regional Eleitoral do DF negou ontem cinco pedidos liminares de suspensão da fala do padre. No primeiro turno, Agnelo recebeu 48,41% dos votos e Weslian, 31,5%.

"Se neste segundo turno, eu vou falar com clareza, o PT ganhar... Tô falando claro, pode me matar, pode me prender, pode fazer o que quiser, mas eu não posso me calar diante de um partido que está apoiando o aborto, que a Igreja não aprova. Eu sou a favor da vida", diz o padre José Augusto. A cena é seguida pela mensagem "Vote pela vida, vote Weslian Roriz", pronunciada pelo locutor da candidata.

Weslian é apresentada no programa como uma mulher que "defende a vida no útero, até a idade adulta". Em outro momento, uma popular lamenta ter o sangue vermelho, cor do PT. "Se pudesse mudar, mudava para azul", diz.

Para o coordenador de comunicação da campanha de Agnelo, Luís Costa Pinto, a tática rorizista é sinal de "desespero". "Do ponto de vista eleitoral, é inócua. Estão baixando o nível, apelando para a baixaria, como tradicionalmente ocorre nas campanhas de (Joaquim) Roriz", avaliou. "É uma estratégia de desespero, de quem não tem propostas."

O coordenador da campanha de Weslian, Paulo Fona, rechaça as críticas. "Ninguém mentiu, fez injúria ou difamação. É um padre que tem uma opinião, compartilhada pela nossa candidata", disse. "É bom que (os petistas) digam que é baixaria, porque demonstra como tratam uma questão séria como o aborto." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: eleições dfweslian rorizptpsc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG