Candidatos da base aliada de Wagner se beneficiam da arrancada do governador na reta final das eleições

Os dois novos senadores da Bahia são Walter Pinheiro (PT) e Lídice da Mata (PSB). Com quase 80% dos votos apurados oficialmente, o primeiro exibe 30,94% dos votos válidos, enquanto a segunda colocada foi lembrada por 29,13% dos baianos. Os candidatos fazem parte da chapa do governador reeleito Jaques Wagner, que foi o grande vencedor das eleições baianas este ano, garantindo para si um novo mandato e elegendo seus dois postulantes ao Senado.

Pinheiro e Lídice apostaram dede o início da campanha em uma promoção dos nomes de ambos simultaneamente frente aos eleitores. Diferentemente dos adversários, que atuavam cada um por si, os aliados de Wagner apareciam juntos nas propagandas, subiam lado a lado nos palanques e discursavam com palavras elogiosas entre si. Além disso, receberam pedidos de votos em propagandas eleitorais gravadas tanto por Wagner quanto por Dilma Rousseff e o presidente Lula.

O êxito dos candidatos do governador pode ser considerado uma surpresa, pois no início da corrida ao parlamento, o senador César Borges (PR) era franco favorito a continuar em Brasília. Entretanto, com o passar do tempo, foi caindo nas pesquisas e, às vésperas da votação, já aparecia atrás dos oponentes, mas em situação de empate técnico. No final da contagem, deverá ficar com menos da metade dos votos de cada um dos novos senadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.