Wagner esconde dados depois de denúncias de adversários

Em sua propaganda eleitoral, o petista já não exibe números de programas sociais

Lucas Esteves, iG Bahia |

Após uma série de denúncias de seus adversários relativas a supostas fraudes em números dos programas Todos Pela Educação (Topa) e Água para Todos, o governador Jaques Wagner (PT), candidato à reeleição, excluiu as cifras de seu programa eleitoral. Agora, nas publicidades, a estratégia da campanha prefere explorar o benefício que as iniciativas trouxeram à população sem quantificar os baianos beneficiados.

Na última semana, Paulo Souto (DEM) e Geddel Vieira Lima (PMDB) protagonizaram uma ofensiva contra a campanha institucional do governo com base nos números da mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD). Assim, divulgaram que o Topa, por exemplo, não alfabetizou 500 mil baianos entre 2007 e 2009, como diz Wagner, mas sim 86 mil. Já o Água Para Todos, que supostamente havia levado água para as casas de 2,5 milhões de pessoas, na verdade, segundo o mesmo estudo, teria feito isto para 700 mil.

Em seu último programa, Wagner visitou uma turma de adultos e idosos do Topa no interior do Estado e colheu depoimentos de baianos que aprendem suas primeiras letras. Excluindo os números, o governador disse que este é o maior programa de alfabetização do Brasil da atualidade. Já sobre o Água para Todos, exibiu uma série de pessoas atestando a melhoria de vida que o programa de abastecimento trouxe.

O banimento dos números seguiu também na mostra das realizações do governo no âmbito do emprego. O texto da última propaganda limitou-se a dizer que a Bahia bateu todos os recordes de criação de postos de trabalho com carteira assinada e que o futuro governo petista criará outros 300 mil empregos. No final da publicidade, Wagner aproveitou para prometer que, se reeleito, erradicará o analfabetismo no estado e providenciará ligações de água para 100% dos domicílios da Bahia.

    Leia tudo sobre: eleições bajaques wagnereducação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG