Petista aproveitou para atacar desempenho do presidenciável José Serra (PSDB) em pesquisas

A interpretação das mais recentes pesquisas eleitorais para o 2º turno já faz o governador reeleito da Bahia, Jaques Wagner, acreditar que é possível que a presidenciável Dilma Rousseff (PT) consiga alcançar a marca de 75% dos votos válidos na Bahia. A confiança do líder estadual supera até mesmo a otimista estimativa feita pelo presidente petista na Bahia, Jonas Paulo, na última semana. Na ocasião, ele declarou que o partido trabalhava para que a ex-ministra tivesse 70% de preferência entre os votantes.

Na última pesquisa Vox Populi, Dilma registrou 57% dos votos válidos contra 43% de Serra. A consulta anterior trazia a petista com 48%, enquanto o adversário atingia a marca de 40% dos votos. Para o governador, a tendência de queda do tucano é contínua desde o início oficial do período de eleições. “Ele só fez cair”, registrou Wagner, que afirmou ainda que Serra deve sua chegada ao 2º turno ao bom desempenho de Marina Silva na eleição.

O governador está em sua terra natal, o Rio de Janeiro, onde participou do evento de artistas que declarou apoio a Dilma Rousseff. Nesta terça (19), voltará a Salvador para ajudar a organizar as carreatas no interior do Estado, principal foco da campanha deste mês, e também um evento articulado especialmente para as lideranças evangélicas que será capitaneado pelo senador eleito Walter Pinheiro, que também é protestante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.