Wagner alfineta PSDB após pesquisa com Dilma à frente

Embora a pré-candidata não tenha comentado em sua passagem pela Bahia a Vox Populi, o governador não resistiu

iG São Paulo |

Embora a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, não tenha comentado em sua passagem pela Bahia a Vox Populi, que a coloca à frente do seu principal opositor, José Serra (PSDB), o governador do Estado, Jaques Wagner, não resistiu e alfinetou a oposição. "Eu nem esperava que ela (Dilma) já ultrapassasse agora, pensei que isso aconteceria a partir do início do programa eleitoral. Mas esse é um presente dos baianos para você", disse ele, arrancando aplausos da militância presente no Congresso Estadual do PT, que oficializou a sua pré-candidatura à reeleição. 

Wagner aproveitou para anunciar que, na Bahia, pesquisas não oficiais apontam uma larga vantagem de Dilma sobre José Serra. "Aqui já são 50% para Dilma contra 25% do adversário", disse. "Seguramente por isso, para tentar correr atrás do prejuízo, eles vêm lançar a candidatura aqui", afirmou o governador, referindo-se à decisão do diretório nacional do PSDB de realizar em Salvador, no próximo dia 12, a convenção que homologará a candidatura de Serra. 

Seguindo nessa mesma linha, Wagner lembrou que o Estado deu a vitória a Luiz Inácio Lula da Silva em primeiro turno em 2006, e deverá fazer o mesmo em relação a Dilma. "Você também ganhará em primeiro turno aqui", afirmou. 

Segurança

Dizendo-se consciente das dificuldades enfrentadas por seu governo no que tange à segurança pública, com índices crescentes de violência, Wagner prometeu não fugir desse debate e atribuiu os indicadores negativos à "exclusão social que os sucessivos governos lançaram na Bahia". 

Ele concluiu dizendo que o governo Lula e a sua administração nada tem a ver com o modelo de gestão adotado pelo PSDB e DEM, partidos coligados na Bahia em prol da candidatura do Paulo Souto (DEM) ao Palácio de Ondina e José Serra (PSDB) à Presidência da República, e que ele definiu como "adoradores de bezerros de ouro".

    Leia tudo sobre: bahiajaques wagnerdilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG