Vox Populi/Band/iG: disputa do Senado no RS segue indefinida

Novata em eleições, Ana Amélia Lemos lidera com 34%, seguida de Paim, com 33%, e Rigotto, com 31%

Matheus Pichonelli, iG São Paulo |

Pesquisa Vox Populi/Band/ iG divulgada nesta quarta-feira mostra um cenário indefinido no Rio Grande do Sul para os três principais candidatos a uma das duas vagas em disputa no Senado neste ano. Novata em eleições, a jornalista Ana Amélia Lemos, candidata do PP na chapa da governadora Yeda Crusius (PSDB), aparece à frente na corrida, com 34% das intenções de voto.

Logo atrás, aparecem o senador Paulo Paim (PT), com 33%, e o ex-governador Germano Rigotto, com 31% das preferências do eleitor. Vera Guasso (PSTU), com 4%, Lucas (PSOL), com 3%, e José Schinaider (PMN), com 3%, figuram como coadjuvantes na disputa. A pesquisa apontou, entretanto, que quase metade dos eleitores (43%) ainda não sabe em quem votar para senador.

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral no último dia 17 sob os números 31.984/10, no Tribunal Regional Eleitoral (TER) do RS e 19.924/10, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Apesar da vantagem da pepista, Paim é quem aparece à frente na pesquisa, com 24%, quando os entrevistados são questionados sobre qual a opção do primeiro voto – o eleitor tem a opção de votar em dois candidatos a senador neste ano. Ana Amélia é citada como primeira opção de 19% dos eleitores, mesmo índice obtido por Rigotto.

Parte dos entrevistados, porém, diz ter a intenção de dar o segundo voto à jornalista: 15%, contra 12% de Rigotto e 9% de Paim.

Na pesquisa espontânea, quando não é apresentada a lista com o nome dos candidatos, 13% dos eleitores citam a intenção de votar em Paim, o mesmo número de Rigotto. Ana Amélia é lembrada, de prontidão, por 9% dos eleitores.

    Leia tudo sobre: PesquisaVox PopuliEstados

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG