"Vou de Serra de qualquer jeito", diz Jarbas

Candidato do PMDB em Pernambuco, ele garante que não será ¿investida¿ da Executiva do partido que irá barrar seu apoio ao tucano

Andréia Sadi, iG Brasília |

O anúncio do PMDB de indicar Michel Temer para a vice na chapa da petista Dilma Rousseff não abalou os planos do senador Jarbas Vasconcelos para as eleições de outubro. Assim como o companheiro de partido Orestes Quércia , Jarbas, que vai disputar o governo de Pernambuco , rejeita a aliança nacional com Dilma e defende uma parceria com o PSDB de José Serra. No entanto, o PMDB ameaça intervir no Estado para barrar o apoio do senador ao principal adversário de Dilma.

“Existe um movimento inusitado dentro do PMDB de agradar Lula, ao PT e a Dilma. O PMDB é uma geleia geral e sempre permitiu que os seus filiados votassem do jeito que quisessem. Eu vou de Serra de todo jeito”, garantiu o senador ao iG .

Ao anunciar a pré-candidatura, Jarbas garantiu que Serra terá um palanque "forte e competitivo" na terra do presidente Luiz Inácio Lula da Silva . O tucano pediu a Jarbas três vezes para ser candidato.

O senador condenou a eventual interferência do comando nacional do partido no Estado. Segundo ele, não haverá recuo de sua decisão. “Não vai ser uma investida fora de hora da Executiva do partido que vai impedir isso”, disse.

Jarbas vai disputar o cargo com o governador Eduardo Campos (PSB), que conta com o apoio do governo federal e da maioria dos prefeitos do Estado.

    Leia tudo sobre: Jarbas VasconcelosPMDBJosé Serra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG