Virgilio ignora crítica de Vanessa Grazziottin

Senador do Amazonas acusou deputada e Eduardo Braga de usarem cartão corporativo para comprar votos

Eduardo Asfora, iG Amazonas |

O senador Artur Virgilio Neto (PSDB-AM) não quis comentar a afirmação da deputada e senadora eleita Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), que classificou de “desespero” de quem perdeu a eleição do dia 3 suas denúncias de compra de votos no Amazonas. Ele foi aconselhado pelos advogados a não se pronunciar sobre o assunto.

No entanto, Artur Virgilio afirmou que confia na Justiça e aguarda o resultado do inquérito. “Os amazonenses sabem quem ganhou as eleições. Tenho 12 anos de Senado e não preciso me envolver nisso. Vamos ver o resultado deste inquérito,” explicou. A denúncia foi feita dia 8 pelo senador tucano.

Segundo Artur Virgilio, os senadores eleitos dia 3 – Eduardo Braga (PMDB) e Vanessa Grazziotin – usaram cartão corporativo para comprar votos durante a campanha eleitoral. O processo tramita no Ministério Público Federal (MPF), na Polícia Federal (PF-AM) e na Justiça Eleitoral em segredo de justiça.

“Eu descobri através de denúncias. Agora peço que o MPF investigue o caso,” disse o senador e líder do PSDB no Senado à época. De acordo com ele, os supostos candidatos e eleitores beneficiários teriam recebidos valores de R$ 600,00 a R$ 1.200,00 para comprar e venderem seus votos. Os dois senadores eleitos negaram a denúncia.

    Leia tudo sobre: eleições amvirgilio amvanessa ambraga ampf am

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG