Vice de Serra diz que PT quer implantar ditadura pela democracia

Índio da Costa volta a usar discurso do medo contra Dilma Rousseff e afirma que Dirceu vai controlar o governo

Rapahel Gomide, iG Rio de Janeiro |

Índio da Costa (DEM), candidato a vice do candidato à presidência da República do PSDB, José Serra, afirmou na manhã deste domingo (3), ao votar, que o PT pretende implantar a ditadura pela democracia, como o presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Para Índio, “não tem mais nenhuma dúvida de que haverá segundo turno” das eleições presidenciais. 

MARCOS DE PAULA/AGÊNCIA ESTADO
Índio da Costa votou na manhã deste domingo
“O PT tem projeto de ditadura pela esquerda. Como Gabeira já disse, as pessoas todas que pegaram em armas tinham essa intenção, planos de ditadura pela esquerda. E a Venezuela vem nos mostrando o que é o processo de construção de ditadura pela democracia", afirmou, antes de votar, na PUC-RJ, às 8h20.

“O presidente Lula pede voto para todos os candidatos ao Senado para construir maioria constitucional no Senado, o que é perigosíssimo. Se a gente for acompanhar, a construção é muito parecida com a da Venezuela”, afirmou, instantes antes de fazer o sinal da cruz e ir para a urna, usando adesivo com os dizeres “Só Serra tem o vice do Rio”.

Sorridente, ele cumprimentou os mesários e votou rapidamente. Na saída, confundiu-se e posou para fotos fazendo com as mãos o número “54” em vez do “45” de Serra. Alertado por um cinegrafista, riu da confusão e voltou a posar, desta vez fazendo o número certo.

“Estou absolutamente confiante no segundo turno, agora existe a certeza de segundo turno. É importante porque garante à população escolher melhor. Em 1º de janeiro, qualquer que seja o resultado, Lula vai para casa. Quem assume é o PT, e [o ex-ministro da Casa Civil] José Dirceu já disse que o projeto mais importante é o do PT, e Dirceu é quem comanda o PT, não o Lula”, afirmou ele, para quem Dilma ficou “escondida” no primeiro turno.

De acordo com Índio da Costa, os direitos individuais estão ameaçados em caso de novo mandato do PT. “Precisamos de um projeto que defenda com clareza a liberdade de imprensa e de culto. A proposta deles é cercear, controlar. Há uma medida provisória que quer controlar até novela, o governo quer dar uma olhada para dizer se concorda ou não. Imagina os escândalos todos que vemos agora se não tivesse imprensa livre”, disse ele.

O candidato a vice afirmou acreditar que Dilma perdeu votos porque mudava de opinião de acordo com o público para o qual falava. Índio da Costa saiu da sua seção eleitoral para o aeroporto, de onde vai para São Paulo, encontrar-se com Serra. Eles passarão o dia juntos.

    Leia tudo sobre: pleito 2010eleições rjeleições indio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG