Via Net aciona Baracat na Justiça por denúncia de lobby

Segundo reportagem, empresário se apresentou como dono da transportadora, que pede esclarecimentos e acesso ao contrato citado

Danilo Fariello, iG Brasília |

A Via Net Express acaba de entrar com uma ação contra Fabio Baracat, que teria se apresentado como dono da companhia à reportagem da revista Veja, que o aponta como participante de um lobby envolvendo tráfico de influências dentro da Casa Civil. A ação foi movida no fórum de Santo Amaro, na capital paulista, sem que fosse pedido segredo de Justiça.

Segundo o advogado Marcos Paulo Baronti de Souza, representante de empresa Via Net Express, a ação pede que Baracat explique suas declarações e também ofereça retratação perante a empresa na mesma intensidade do impacto promovido pela reportagem. Futuramente, a Via Net também pode mover outra ação para ser ressarcida por danos morais e materiais provocados pela reportagem.

Baronti informou, ainda, que amanhã deverá solicitar amanhã que notificação seja enviada aos editores da revista Veja, para que apresentem a cópia do contrato apresentado na reportagem deste fim de semana. Segundo o advogado, houve pedido de cessão amigável do documento, que não teve sucesso.

A transportadora Via Net Express usa os serviços da Master Top (MTA) na rota Manaus - São Paulo. A MTA é a empresa que teria sido favorecida por intermédio de Baracat e de Israel Guerra, filho da ex-ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra.

Segundo nota distribuída pelo advogado no domingo, Baracat “nunca foi sócio, procurador ou gestor e tampouco pertenceu algum dia ao quadro de funcionários da empresa”. Baronti reconhece, porém que Baracat e os gestores da empresa se conhecem.

    Leia tudo sobre: via netfabio baracatlobbycasa civilmtaerenice

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG